sexta-feira, 16 de abril de 2010

Mané Café (Mano Gladstone)



Mané Café
(Tema: Germano Gladstone)
(Música: Germano Gladstone & Rogério Gutemberg)

Homem da cor de carvão
e olhar diferente
e dentes da cor do luar.
morava numa cabana,
bacana,sei lá.
À beira do Rio do Meio
lá de São Tomé da Serra
Ho! Como era lindo,
Mané Café .

Ele era filho de índio
da tribo Cariri,
vivia acordando
no meio da noite,
prá ver o rosto da lua
no poço do Rio do Meio
lá de São Tomé da Serra.
Ho! Como era lindo,
Mané Café.

Coitado do homem
que vivia lá no sertão,
no dia da enchente do riachão.
Seu corpo veio boiando
toda gente viu,
Sobre as águas turvas
do Rio do Meio
lá de São Tomé da serra.
Ho! Como era lindo,
Mané Café

Mano e banda Ao vivo (in live)
Show de Lançamento do 2º Álbum Musical do Mano Gladstone, de título: GENOMA DOS SONHOS - Auditório da Livraria Cultura - Paço Alfândega -MANO GLADSTONE & BANDA - LIVE IN CULTURA (Recife Antigo, 05/Julho/2009).
Dizem que o cello é o instrumento que mais se aproxima da voz humana,porém eu  digo que são raras as vozes que se aproximam do cello.Então você junta um cello tocado divinamente como esse,a interpretação e a poesia de mano com a harmonia da banda...pronto! Agora fixe no pensamento uma paisagem que te introduza na temática dessa canção.Feche os olhos e boa viagem ! Ha...não se esqueça ao voltar dessa viagem de deixar um comentário aqui!

Alexandre Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário